Imprensa

Empresas de alimentos e bebidas orgânicas expõem em feira na Califórnia

O Projeto Organics Brasil estará com estande com os melhores produtos brasileiros para do setor de naturais, funcionais e orgânicos durante a Expo West, a feira da Califórnia que dita a tendência do setor de bem estar ao consumidor, que acontecerá de 9 a 13 de março, com 3.000 expositores e 70 mil profissionais da indústria, serviços e consumidores.

No estande do Organics Brasil, empresas de alimentos, bebidas e serviço vão expor seus produtos e receber clientes da América do Norte.

Bio2 – barras de cereais, snacks, suplementos com 12 linhas de produtos.

Native – variada lista de produtos: açúcar cristal, demerara e saches; achocolatado, azeite extra virgem, água de coco, barras de cereais (3), café (4), cereais em grãos (11), chocolate (3), cookies (4), matinal (9) e sucos (9).

Triunfo – erva mate produtos a granel – com mate verde (6), estacionado (7) e tostado (4); envasados em saches (4), tererê e chimarrão (2); e em extrato seco ou líquido.

BelaIaça – açaí, polpa de frutas (açaí, acerola e maracujá) e sorbet (guaraná, morango com banana e acerola), com beneficiamento de primeira qualidade de polpas de frutas, em especial, do açaí. A linha possui: Abacaxi, Acerola, Bacuri, Cacau, Camu-camu, Caju, Cupuaçu, Graviola, Goiaba, Limão, Maracujá, Manga, Muruci, Taperebá e Uxi.

LABRA – Importadora / Exportadora & Distribuição com experiência em negócios de comércio internacional com foco em: produtos naturais, orgânicos.

Tribal do Brasil – chás de erva mate em vários sabores, açúcar mascavo, especiarias o lançamento chá verde com bergamota.

Jalles Machado – açúcar – segundo maior produtor de açúcar orgânico do mundo, com aproximadamente 45 mil toneladas por safra, comercializa a marca Itajá.

Brasilbev (Organique) – energético orgânico – Com a marca Organique é o primeiro energético orgânico 100% natural e orgânico, uma bebida funcional somente de frutas e ervas naturais brasileiras: erva mate, açaí e guaraná.

Ming Liu, coordenador executivo do Projeto Organics Brasil acredita que em 2016 as exportações aumentem de 15 a 20%. “Os principais produtos exportados foram matéria prima semi processada, como: açúcar, óleo de dendê e outros óleos vegetais, castanha de caju, sucos de frutas (açaí), mel, erva-mate, outras frutas tropicais congeladas, café, preparações capilares, própolis e cachaça”.

O Projeto Organics Brasil há dez anos trabalha a imagem e as empresas de orgânicos no exterior em conjunto com Apex-Brasil, como projeto setorial, e atende 77 empresasm, sendo que 58% micro e pequenas empresas.

Mercado em crescimento

Projeto Organics Brasil – resultado de uma ação conjunta da iniciativa privada com o IPD (Instituto de Promoção do Desenvolvimento) e da Apex-Brasil (Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos), compondo uma sólida base institucional criada para fortalecer o setor brasileiro de orgânicos e viabilizar sua expansão no mercado internacional.

Sobre Apex-Brasil – A missão da Apex-Brasil é promover a exportação de produtos e serviços do Brasil, contribuir para a internacionalização das empresas nacionais e atrair investimentos estrangeiros para o Brasil. A Apex-Brasil é uma Agência do governo brasileiro, ligada ao MDIC (Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior).

A Agência realiza ações diversificadas de promoção comercial que visam promover as exportações e valorizar os produtos e serviços brasileiros no exterior, como missões prospectivas e comerciais, rodadas de negócios, apoio à participação de empresas brasileiras em grandes feiras internacionais, visitas de compradores estrangeiros e formadores de opinião para conhecer a estrutura produtiva brasileira entre outras plataformas de negócios que também têm por objetivo fortalecer a marca Brasil.